A Legião de Maria é um movimento internacional formado por católicos leigos que contribuem na missão evangelizadora. Essa associação foi fundada em 07 de setembro de 1921, na Irlanda.

De acordo que iam sendo criados novos grupos, recebiam uma denominação diferente, sempre com o título de Nossa Senhora, que é a devoção do movimento.

Em novembro de 1925, o movimento recebeu o título geral “Legião de Maria”, para designar os pequenos grupos, subordinados à associação de Nossa Senhora da Misericórdia.

Na Paróquia de São Cristóvão, o movimento se reúne todos os sábados das 7h30min às 9hrs da manhã. Nas reuniões os componentes, que são chamados de legionários, invocam o Espírito Santo e rezam o terço.

Os legionários conservam um altar com a imagem de Nossa Senhora das Graças, na qual do seu lado direito está o símbolo do Divino Espírito santo, ladeado por dois jarros com flores naturais e pouco mais a frente duas velas acessas.

A Legião de Maria da Paróquia de São Cristóvão possui 15 legionários ativos e quatro auxiliares (rezam em casa) e um em experiência. “A Legião de Maria é uma fonte de devoção religiosa e sacerdotal”, assegura Raimunda Almeida, coordenadora do grupo.

Além dos encontros semanais, os legionários visitam lares, hospitais, presídios, entre outros. Nessas visitas, os legionários levam a palavra de Deus e conforto através de orações.

Com trabalho exclusivamente espiritual, a Legião de Maria possui seus estatutos que estão contidos em seu manual. “Nosso objetivo é evangelizar. Nas visitas, o legionário encontra uma forte muito grande  de evangelização familiar, levando às pessoas a uma verdadeira comunhão eclesial através de uma vida sacramental ativa”, destaca Raimunda.

Os interessados em se tornarem legionários devem apenas procurar a coordenadora do grupo. Pois, qualquer católico praticante que desejar participar da Legião de Maria, homem ou mulher, casado ou solteiro, sem distinção de classe social, profissão ou cultura pode ser legionário.

Coordenadora: Socorro Lobão 3213-3179